Obras de estabilização da encosta do km 4 da Rota do Sol (ERS-486), em Itati, terão início neste mês, anunciou o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) – vinculado à Secretaria de Logística e Transportes (Selt). De acordo com o departamento a ordem de início dos serviços, que prevê um investimento de aproximadamente R$ 3 milhões, foi assinado nesta segundafeira (15).
As obras serão realizadas pela empresa Toniolo Busnello por meio de um aditivo de contrato. “Encontramos uma alternativa viável para resolver definitivamente o problema da Rota do Sol, liberando totalmente o trânsito e garantindo a segurança dos usuários da rodovia”, afirma o secretário Juvir Costella. “Com esse aditivo pronto, não precisaremos esperar pelo trâmite de uma licitação, e a empresa já pode se mobilizar para o início dos trabalhos.” Luciano Faustino, diretor do Daer, afirmou que serão implantadas telas especiais, grampos e tirantes na encosta com o objetivo de evitar novos desmoronamentos no trecho. Segundo ele, preservar a vida dos usuários sempre foi a principal preocupação da autarquia.
“Trata-se de uma obra de engenharia rodoviária com alto grau de complexidade, e, como tal, precisamos buscar o orçamento de itens que não se encontram facilmente disponíveis, ainda mais durante a pandemia”, destaca Faustino. “Desde o incidente, por orientação de um especialista, deixamos propositalmente as rochas em uma das faixas para que servissem como amortecimento em caso de novas quedas de material”, explicou. O diretor informou ainda que a expectativa é de que as obras no trecho sejam concluídas no segundo semestre. “Esse é mais um projeto importante que o Daer entregará à sociedade, liberando a rodovia em sua capacidade total nesse ponto”, disse Faustino.
Ainda este mês, segundo o Daer, também começa a retirada das rochas que desmoronaram sobre a pista

Deixe seu Comentário